sábado, 16 de agosto de 2014

A GRATIDÃO E A INGRATIDÃO


E aconteceu que, indo ele a Jerusalém, passou pelo meio de Samaria e da Galiléia;
E, entrando numa certa aldeia, saíram-lhe ao encontro dez homens leprosos, os quais pararam de longe;
E levantaram a voz, dizendo: Jesus, Mestre, tem misericórdia de nós.
E ele, vendo-os, disse-lhes: Ide, e mostrai-vos aos sacerdotes. E aconteceu que, indo eles, ficaram limpos.
E um deles, vendo que estava são, voltou glorificando a Deus em alta voz;
E caiu aos seus pés, com o rosto em terra, dando-lhe graças; e este era samaritano.
E, respondendo Jesus, disse: Não foram dez os limpos? E onde estão os nove?
Não houve quem voltasse para dar glória a Deus senão este estrangeiro?
E disse-lhe: Levanta-te, e vai; a tua fé te salvou.

O texto em questão traz a narrativa de um dos muitos fatos ocorridos na caminhada de Jesus a Jerusalém, e nessa ocasião, passa entremeio Samaria e a Galiléia, e dez leprosos  saíram ao seu encontro e, em alta voz, clamaram a Ele, que de longe mesmo dissera-lhes que fossem se apresentar ao sacerdote. Eu fico imaginando a decepção daqueles homens, ou quase todos, ao ouvirem de longe mesmo, a sua última esperança dizer a eles, que fossem se apresentar ao sacerdote, pois pelo que eles haviam ouvido falar de Jesus, até então, era que surdos estavam ouvindo, cegos enxergando, até mortos haviam ressuscitado, o que seria para Ele, uma lepra? 
No mínimo eles esperavam algo extraordinário, um mover sobrenatural, que os deixassem perplexos pelos efeitos especiais, e fossem curados. Minha opinião sincera, é que, ao ouvirem Jesus gritar de longe, viraram as costas, e começaram a caminhar, e a grande diferença começa a partir desse momento, pois nove deles, caminharam cabisbaixos, sem rumo, descrentes, não percebendo o agir de Deus, o mover sobrenatural, que estava acontecendo na vida deles, e talvez cada um tenha tomado seu rumo, sem se aperceber do milagre, e talvez, quando tomaram conhecimento, ou se envergonharam, ou foram realmente se apresentar ao sacerdote, mas o fato é que não voltaram para agradecer a Jesus. Mas a grande lição é que muitos hoje em dia, não estão percebendo que Jesus está operando, que milagres estão acontecendo, e que a “LEPRA” tem feito com que muitos não tenham mais motivo para agradecer a Jesus por nada, a LEPRA espiritual tem sido a desgraça na vida daqueles que são aqui representados pelos 9 leprosos mal agradecidos, que foram curados, mas foram ingratos. Deus tem trabalhado de formas surpreendentes, e só os agradecidos, os adoradores é que tem visto o que Deus está fazendo, tem muita gente dentro da igreja, que já foi curado, mas ainda acha que tem lepra, muita gente que foi curada, mas não agradece, muita gente que foi curada, mas que está só preocupada em se apresentar ao sacerdote, em cumprir sua religiosidade, sem ter compromisso com o Jesus Cristo e o Seu Reino.

Mas a bíblia fala a respeito de um homem, que com certeza, ao ouvir o que Jesus disse, tomado de grande fé, começou a caminhar e observar o milagre acontecendo, caminhando e crendo, caminhando e glorificando, caminhando e esperando e caminhando viu a glória de Deus!!! Não podemos parar de caminhar, pois é de glória em glória, de graça sobre graça, de vitória em vitória!!!

Esse homem, que a bíblia não diz o seu nome, mas que Lucas faz questão de mencionar que era um samaritano, ao ver que estava curado, imediatamente, retorna para se encontrar com Jesus, e voltou “glorificando” a Deus em alta voz, e essa palavra no grego original, é “doksadzõ”, que significa: Atribuir glória ou honra a alguém, louvar, celebrar. Lucas faz questão de mencionar o fato dele ser samaritano, justamente porque esta escrevendo essa carta para um oficial romano, e sua intenção era demonstrar como o evangelho era universal, e que não estava restrito somente aos judeus, mas para os gentios da mesma forma.

Ainda sobre a diferença dos nove leprosos, muito provavelmente judeus, e o único samaritano, no vers. 14 é dito que eles “ficaram limpos” enquanto caminhavam, e o termo “ficaram limpos” está no Aoristo Passivo, no grego, que diz o exato momento que em o sujeito recebe a ação do verbo, ou seja, caminhando, ficaram. Era necessário caminhar, para que alguma coisa acontecesse se ficassem parados, nada ia acontecer. O que eu entendo com isso? Que é necessário caminhar, é preciso ir em frente para que as coisas aconteçam, e isso é tão óbvio, que é preciso ouvir um grito de Jesus, dizendo: Vá, corram, se apresentem...tomem uma atitude, saiam do lugar, como quando Deus disse a Moisés, porque clamas a mim, diga ao povo que marche..........

Ainda, esse ficar limpo,  do grego “Katharidzõ” significa, ficar limpo literalmente, e um termo usado quase particularmente ao problema dos leprosos, pois essa doença era considerada imunda, e os leprosos eram considerados impuros. Ao constatar a doença, eles eram obrigados a deixar suas casas, e a viverem isolados fora da cidade, em aldeias de leprosos, a convivência deles era somente com leprosos, e eram obrigados a cobrir seus lábios, e quando alguém se aproximasse, eram obrigados a gritar: leproso, leproso...... para que ninguém se aproximasse.

Provavelmente havia ali muito mais de dez leprosos, que também haviam ouvido falar de Jesus, mas somente dez tiveram a ousadia e a coragem de ir ao encontro de Jesus, e clamar pelo milagre, mas como já disse, quando somente o samaritano voltou, uma diferença foi constatada, a gratidão e a adoração desse homem, que com o rosto em terra, adorava a Jesus, e não parava de lhe agradecer. Esse homem representa aqueles que são gratos a Deus por tudo, e que com o coração sincero O adoram, em espírito e em verdade. Jesus ainda pergunta, não foram dez os limpos? E onde estão os nove? Não houve quem voltasse para dar glória a Deus, senão esse estrangeiro? Jesus ainda está esperando os NOVE para que O adorem também, está perguntando para os NOVE, aonde vocês estão, que não voltaram para me agradecer?

E encerrando, Jesus olha para o samaritano, e crava a diferença dele para com os NOVE, e diz: LEVANTA-TE E VAI, A TUA FÉ TE SALVOU!!!

Jesus profere aqui pela quarta vez essa frase, a TUA FÉ TE SALVOU, e ele faria isso mais uma vez, para o cego Bartimeu, deixando claro, que muitas pessoas eram curadas, mas apenas algumas eram salvas, indicando realmente a diferença do samaritano com os outros nove. A grande maioria não alcança a cura, porquê ainda permanecem no leprosário, incrédulas, desanimadas, e morrendo. Alguns conseguem receber a cura, mas pela ingratidão, não permanecem, e pelo fato de não crerem que Jesus é o Filho de Deus, que Jesus é Deus e que veio ao mundo para morrer em seu lugar, e que por isso são pecadores, não se convencem disso, e a sua cura é apenas no plano natural, e por isso estão afastadas de Jesus. Mas como aquele samaritano, há aqueles, que ouviram Jesus dizer: Levanta-te e vai, a tua fé te salvou, e por isso podem glorificar a Deus, e exaltar o seu grande nome, podem levantar a suas mãos para os céus e O adorar com toda a intensidade, podem levantar as suas vozes e dizer: Grande é o Senhor, e mui digno de louvor!!!

Deus abençoe a vida de cada leitor!!!

Pastor Fernando Favoretto